Cistos e lipomas

Cistos

Existem diferentes tipos de cistos, o mais comum é o cisto epidérmico, também conhecido como cisto sebáceo. Trata-se de um nódulo subcutâneo, da mesma cor da pele, esbranquiçado, ou amarelado, de tamanho variável e de consistência elástica. Possui uma cápsula que recobre o seu conteúdo, formado por queratina.

O tratamento mais efetivo para o cisto epidérmico é a remoção cirúrgica, que pode ser realizada no consultório médico sob anestesia local. Todo o conteúdo do cisto é retirado junto com a cápsula. Quando a cápsula não é retirada, o cisto pode voltar a se formar.

Dica: os cistos não devem ser espremidos, pois isso pode causar infecção.

 

Lipomas

Lipomas são tumores benignos de células adiposas (de gordura). Surgem na pele como nódulos subcutâneos arredondados, de consistência macia e de tamanhos variados.

Lipomas pequenos não requerem tratamento. As indicações para remoção de um lipoma incluem desconforto estético, dor, limitação funcional e aumento de tamanho.

Em geral, a cirurgia para remoção lipoma é simples e pode ser realizada no consultório do dermatologista sob anestesia local. É feita uma incisão linear na pele por onde todo o conteúdo do lipoma é removido, permanecendo uma pequena cicatriz. Em alguns casos realiza-se um exame de ultrassonografia antes da cirurgia para melhor avaliação do tamanho e da profundidade do lipoma.

Cirurgias mais realizadas em consultório