Blog

Luz Intensa Pulsada: uma tecnologia, muitas opções de tratamento

Por Dra. Indira Valente para o Blog das Clínicas Hexsel de Dermatologia

 

A Luz Intensa Pulsada (LIP) é uma das tecnologias mais versáteis no consultório dermatológico, podendo ser utilizada em diversos protocolos de tratamentos. Há vários equipamentos de diferentes marcas no mercado. Confira aqui informações importantes sobre a LIP e suas principais indicações.

O que é a Luz Intensa Pulsada (LIP)?

A LIP é um dispositivo que emite luz de alta intensidade, policromática e não coerente, com comprimentos de onda que variam de 400 a 1200nm. Mas o que isto significa? Por possuir todas essas características, o aparelho consegue atingir diferentes profundidades e diferentes estruturas da pele, possibilitando uma ampla gama de tratamentos, dependendo da forma como é aplicada.


Qual o mecanismo de ação da Luz Intensa Pulsada?

O mecanismo de ação da LIP é baseado na absorção da energia por estruturas-alvo na pele, chamadas de cromóforos, que captam a luz emitida e a transformam em calor, gerando o efeito no tecido. Os principais cromóforos da pele são a água, a hemoglobina dos vasos sanguíneos e a melanina.


Como o dermatologista escolhe a LIP?

O dermatologista vai escolher qual o alvo a ser atingido: se for uma mancha, é a melanina, se for um vaso sanguíneo dilatado, a hemoglobina e se for um tratamento para melhora da textura e estímulo de colágeno, o alvo é a água. A partir daí, o dermatologista define qual a ponteira e quais os parâmetros de energia serão utilizados para que o alvo seja atingido de maneira eficaz, sem danificar a pele ao redor e com uma rápida recuperação.


Quais são as principais indicações da Luz Pulsada?

Várias condições podem ser tratadas pela LIP, entre elas manchas, sardas, rosácea, rejuvenescimento, estrias e outras. Conheça abaixo:

 

  1. Remoção de manchas

A LIP é indicada no tratamento de manchas como melanoses solares, também chamadas de manchas senis, causadas pela exposição cumulativa à luz solar, que ocorrem principalmente na face, colo e dorso das mãos.

Outra indicação são as efélides ou  sardas. A LIP age na melanina, fragmentando o pigmento em múltiplas partes, que depois serão eliminadas aos poucos pelo organismo.

O Melasma também pode ser tratado pela LIP, mas dispomos de tecnologias mais específicas para esta condição. O tratamento do melasma com LIP é controverso, mas pode gerar bons resultados se realizado por um dermatologista experiente.

  1. Rosácea

Uma das melhores indicações da LIP é no tratamento da rosácea, doença       inflamatória crônica que se manifesta, em geral, pela vermelhidão da pele e a presença de vasinhos dilatados. A LIP tem uma ação anti-inflamatória e reduz o fluxo sanguíneo nesses vasos, melhorando o vermelhão e eliminando as telangiectasias. A vantagem da LIP é que, em uma mesma sessão de tratamento, é possível escolher os parâmetros de energia dependendo do tamanho e da profundidade dos vasos. A resposta ao tratamento é muito satisfatória e pode ser associada a outros procedimentos e terapias tópicas e sistêmicas. Saiba mais sobre rosácea clicando aqui.

  1. Lesões vasculares

A LIP atua através do aquecimento do interior vaso, levando à sua coagulação. Por possuir comprimentos de ondas diferentes, ela permite o tratamento de vasos superficiais que tendem a ser mais avermelhados, e também de vasos mais profundos, de coloração azulada.

A LIP pode ser utilizada no tratamento de telangiectasias da face, hemangiomas e manchas vinho do porto.

  1. Rejuvenescimento cutâneo

A LIP promove rejuvenescimento da pele, atuando não só no componente vascular e pigmentar como também na produção de colágeno, melhorando a textura cutânea. O mecanismo de ação da LIP para esse fim baseia-se na teoria de que o aquecimento dos fibroblastos com energia de alta intensidade estimula a produção de colágeno e faz contração fibras colágenas existentes, reduzindo a frouxidão cutânea.

  1. Estrias Vermelhas

Estrias ocorrem por modificações no colágeno após estiramento rápido da pele, seja por causas físicas ou hormonais. As estrias de aparecimento recente possuem coloração avermelhada pela dilatação de vasos da derme. A LIP age tanto nesses vasos dilatados quanto no estímulo à produção de colágeno e elastina.

  1. Outras indicações da PIL

A LIP também é indicada no tratamento da acne, olheiras, poiquilodermia de Civatte, cicatrizes, depilação, eritema (cor rosada da pele) de várias origens, entre outros.


Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões vai depender do problema a ser tratado. Em geral, indica-se 4 a 6 sessões por ano, feitas com intervalos mensais.

Certas lesões podem necessitar um número maior de sessões para a sua resolução. No caso de doenças crônicas como a rosácea, podem ser indicadas sessões de manutenção após o tratamento inicial.


Quais são os riscos da Luz Pulsada?

Assim como em outros tratamentos com luz, existe o risco de queimadura e manchas na pele se o procedimento não for feito de maneira correta. Por isso é imprescindível a realização por um dermatologista com experiência.

A refrigeração da pele é fundamental no momento da aplicação, pois aumenta a eficácia do tratamento, reduz complicações e diminui o desconforto durante o procedimento.

A proteção ocular adequada é de extrema importância pois os olhos possuem alta concentração de melanina, que absorve a energia da LIP. Devem ser removidos quaisquer pigmentos e maquiagem na superfície da pele.

Para evitar queimaduras e o paciente não deve estar bronzeado nem ter usado bronzeador sem sol.


Como fica a pele após a Luz Pulsada?

Após a aplicação da LIP pode haver um discreto eritema (pele fica avermelhada) e um leve edema (inchaço), com uma sensação de ardência ou queimação, que geralmente duram poucas horas e resolvem em no máximo em 24 horas.

As melanoses solares e as sardas podem adquirir um tom acinzentado logo após o procedimento e algumas vezes forma-se uma crosta bem discreta, que descama em cerca de 7 dias.

Áreas com pequenos vasos, como as telangiectasias, ficam avermelhadas.

Já vasos mais calibrosos podem mudar de coloração para azul-acinzentado.


A pele demora para se recuperar de uma sessão de LIP?

Não, na maioria dos pacientes, o eritema desaparece em cerca de 30 minutos.

A LIP é uma alternativa útil para aqueles pacientes que não podem ou não querem submeter-se a procedimentos com tempo mais prolongado de recuperação.


Quais são as orientações pós procedimento?

A orientação mais importante é evitar a exposição solar e usar filtro solar diariamente após o procedimento.

O uso de cremes calmantes ou cicatrizantes será prescrito pelo dermatologista de forma individual para cada paciente, apenas no caso de tratamentos de manchas, mas em geral são desnecessários.

Ficou com mais alguma dúvida sobre Luz Intensa Pulsada? Então entre em contato conosco que teremos o prazer de lhe responder.