Blog

Cicatrizes: Todos Temos

Por Doris Hexsel

Você se importa com as suas cicatrizes? Se sim, este artigo do nosso blog é para você! Já escrevemos um artigo sobre Cicatrizes de acne e, na sequência, publicaremos um artigo especial sobre Cicatrizes de queimaduras.

É muito difícil que, durante a nossa vida, a nossa pele não tenha sido atingida por algum trauma ou doença que tenha deixado uma ou muitas cicatrizes. Algumas cicatrizes são discretas, outras grandes e evidentes e, por vezes, cicatrizes representam grandes problemas para quem as possuem.

 

O que são cicatrizes?

As cicatrizes são o resultado do esforço do organismo em reparar um dano tecidual. Cada cicatriz é única, mas algumas cicatrizes podem ter algumas caracteristicas em comum. A pele é a sede mais comum de cicatrizes, tendo em vista que ela é o limite entre o nosso corpo e o meio externo. Por isso, ela está mais sujeita a injurias que resultam em cicatrizes.

 

Quais são as causas das cicatrizes?

Qualquer dano a pele pode gerar uma cicatriz, sejam eles: uma doença, como a acne; uma cirurgia; uma queimadura; um trauma; um corte; uma picada de um animal peçonhento que gere necrose, como a picada da aranha marrom.

 

Quando ocorre um ferimento na pele, qual o médico que devo procurar?

Se o ferimento é decorrente de uma doença, como a acne, de uma cirurgia ou outros traumas leves a moderados, o dermatologista deve ser procurado. O tratamento médico imediato da lesão com potencial de deixar cicatriz pode determinar que cicatriz seja muito melhor. Ou seja, os cuidados dermatológicos são muito importantes para a qualidade final da cicatriz.

Ferimentos extensos ou com comprometimento do estado geral do paciente, devem ser tratados a nível hospitalar, como é o caso de grandes queimaduras, que são tratadas a nível hospitalar por cirurgiões plásticos ou de fraturas expostas, que devem ser tratadas pelo traumatologista.

 

Cicatrizes podem ser melhoradas?

Sim. Muitos pacientes possuem cicatrizes e não sabem que podem melhorar o seu aspecto ou, até, “apagá-las” através de tratamento médico dermatológico.

 

Posso evitar que um ferimento deixe cicatriz na pele?

Sim, muitas vezes, o acompanhamento dermatológico de uma doença, trauma ou lesão da pele, pode impedir que o paciente fique com uma ou muitas cicatrizes.  Cito dois exemplos: hoje dispomos de tratamentos que impedem que a acne deixe cicatrizes. Os cuidados com a cicatrização de feridas podem deixar uma cicatriz imperceptível.

 

O que piora a qualidade da cicatriz na pele?

Uma cicatriz tende a ser maior e com mais alterações inestéticas, quanto maior a extensão e a profundidade do dano ocorrido e se houver ocorrência de complicações. Novamente destaco que os cuidados na cicatrização das feridas importam muito para uma boa qualidade da cicatriz. Por exemplo, a ocorrência de infecções, a grande mobilização de uma área em processo de cicatrização e a falta de proteção solar podem piorar a qualidade da cicatriz.

 

Uma cicatriz grande pode ser reduzida em tamanho?

Existe uma pequena contração da pele, que ocorre em todo processo de cicatrização. Mas, algumas cicatrizes extensas podem ser reduzidas em tamanho através de cirurgia. Isso significa que trocamos uma cicatriz por outra melhor e depois tratamos a cicatriz cirúrgica residual.

 

Como a cicatrização pode ser acelerada?

Uma cicatrização pode ser mais rápida se a área estiver limpa, sem infecção, imobilizada e os curativos umedecidos.

Os ferimentos na face tendem a cicatrizar mais rápido e melhor do que os ferimentos no corpo.

 

A região onde ocorre um ferimento pode interferir na qualidade da cicatriz?

Sim, no corpo as cicatrizes tendem a ser piores do que na face. As áreas de muita movimentação tendem a gerar cicatrizes de pior qualidade, portanto a imobilização da area ajuda a melhorar a qualidade da cicatrização.

 

Que tratamento futuro é esperado para prevenir cicatrizes?

No futuro, deveremos ter no mercado uma toxina de ação curta (efeito de apenas 2 ou 3 semanas) que já está sendo estudada nos Estados Unidos. Trata-se da toxina botulínica de tipo E, originalmente desenvolvida por uma empresa americana chamada Bonti e posteriormente adquirida pela empresa Allergan. Esta toxina poderá ser usada para a imobilização rápida de uma área cirúrgica. Por exemplo, esta toxina pode imobilizar uma área de fratura óssea, como a perna, até que o processo de cicatrização esteja concluído. Ela poderá ser útil, por exemplo, em crianças, ajudando na imobilização temporária do membro fraturado. Mantendo imobilizada a área lesada ou a área cirúrgica, a cicatrização se processa mais rapidamente e a qualidade da cicatriz será melhor.

 

Cicatrizes em áreas pilosas recuperam os pelos ou cabelos?

Depende da profundidade da cicatriz. Cicatrizes mais profundas  destroem os folículos pilosos e podem deixar uma área alopécia. Mas, um transplante de pelos ou cabelos podem repovoar uma área pilosa atingida por uma cicatriz.

Outras vezes, quando os tecidos não foram ou não puderam ser corretamente reposicionados, podem ocorrer pelos encravados e indesejados. Neste caso, optamos por depilar definitivamente tais pelos.

 

Cicatrizes escuras são perigosas?

Pode ocorrer o escurecimento da pele de uma cicatriz por uma resposta individual. O escurecimento pode ser prevenido pelo uso de filtros solares e tratados com despigmentantes ou lasers.

Mas, caso apareçam “pintas” ou manchas escuras sobre uma cicatriz, o dermatologista deve ser procurado para fazer um diagnóstico destas pintas ou manchas com dermatoscopia.

 

Que fatores interferem na qualidade de uma cicatriz cirúrgica?

O local onde foi feita a cirurgia, o posicionamento da cicatriz, a presença de complicações (como infecções) e até a predisposição a cicatrizes hipertróficas ou queloides podem interferir na qualidade final da cicatriz.

Reitero que o acompanhamento do dermatologista é fundamental durante o processo de cicatrização. O dermatologista vai  orientar nos cuidados para uma boa cicatrização, que podem incluir curativos especiais, prevenção de  infecção, com higiene e produtos topicos adequados, na hidratação da ferida cirúrgica, imobilização, entre outros cuidados.

 

Que aspectos das cicatrizes merecem tratamento imediato e o que pode ser tratado mais tardiamente?

Há, pelo menos, duas situações cujo tratamento precoce pode garantir melhores resultados para uma cicatriz: é o caso das cicatrizes pigmentadas e das cicatrizes hipertróficas ou queloides.