Blog

Cicatrizes de Queimaduras podem ser melhoradas?

Por Dra Nathalia Hoffmann, dermatologista

 

O que é preciso saber sobre cicatrizes de queimaduras?

A pele é o nosso maior órgão de proteção e de trocas com o meio externo. Quando uma queimadura acontece, a pele – nosso manto protetor – perde a sua integridade, resultando em uma ferida aberta. Feridas abertas podem ser bastante dolorosas e representam uma “porta aberta” a infecções que, junto com o grau da queimadura e profundidade do dano, poderá resultar em cicatrizes inestéticas.

 

O que são queimaduras?

Queimaduras são lesões da pele geralmente causadas por calor extremo mas, também, podem ser causadas por substâncias químicas, radiação, eletricidade, fricção e por frio extremo.

 

Como são classificadas as queimaduras?

As queimaduras são classificadas em queimaduras de 1o, 2o e 3o graus, dependendo da profundidade do dano nas camadas da pele.

 

O que é uma queimadura de 1o grau?

São queimaduras superficiais, que atingem apenas a camada mais externa da pele (epiderme). Causam apenas vermelhidão no local e, por vezes, dor e inchaço. Não ocorrem bolhas em queimaduras de primeiro grau.

 

O que é uma queimadura de 2o grau?

São queimaduras mais profundas, que afetam as camadas superficial e intermediária da pele, ou seja: atingem a epiderme e a derme. Elas causam vermelhidão, dor intensa e inchaço, podendo causar bolhas.

 

O que é uma queimadura de 3o grau?

Uma queimadura de terceiro grau afeta todas as camadas da pele. O dano da queimadura pode atingir músculos, gordura, tendões e ligamentos. A cicatriz na pele de uma quimadura de terceiro grau pode apresentar superficie atrófica e esbranquicada e toda a cicatriz pode ter um aspecto enrijecido. Nestas, o processo de cicatrização é mais complexo, podendo levar algumas semanas para se completar.

 

Quando ocorre uma queimadura, o que deve ser feito?

A primeira medida a ser tomada após uma queimadura por calor/fogo é resfriar a area queimada, através da colocação de água fria por vários minutos. Em queimaduras extensas e  graves, o paciente deve ser levado a atendimento médico imediato.

 

Como cuidar de uma queimadura superficial?

Em queimaduras de 1o e 2o graus, que são consideradas superficiais, o  tratamento tópico pode ser suficiente, através de pomadas e cremes refrescantes e cicatrizantes. Após a cicatrização, estando a pele mais sensível e fragilizada, serão importantes  os cuidados dermatológicos e o uso de filtro solar nesse período.

 

E, em casos de queimaduras profundas, o que deve ser feito?

Sempre deve-se buscar atendimento médico emergencial. As queimaduras de 3o grau são graves e requerem cuidados médicos especializados e imediatos, visto que são potencialmente perigosas e necessitam de atendimento hospitalar, na maioria das vezes.

Queimaduras elétricas, não importando o grau, também necessitam de avaliação médica imediata.

Se as queimaduras acometerem face, mãos, região genital e vias respiratórias superiores, a avaliação médica de emergência é igualmente recomendada.

 

O  que fazer com as bolhas, em caso de queimadura de 2o grau?

Nunca estoure a bolha de queimadura e não retire a pele daquelas que já estouraram. Mantendo a pele da bolha, ela vai funcionar como um curativo biológico. Quando a bolha for muito  grande, o conteúdo pode ser drenado, evitando seu rompimento. Esse procedimento deve ser realizado por um médico habilitado e em condições assépticas.

 

Como são as cicatrizes de queimadura, em relação ao relevo da pele?

As cicatrizes podem ter diferentes aspectos. Um dos mais importantes é o seu relevo, em relação a pele normal. Elas podem ser atróficas (em geral mais baixas que o relevo normal da pele íntegra), hipertróficas (seu relevo é acima do relevo normal da pele)  ou queloides (quando o relevo e o volume da  cicatriz  forem exagerados, se apresentando muito acima da pele normal).

 

Qual a diferença entre cicatriz hipertrófica e queloide?

A diferença está no relevo, que é exagerado nos quelóides, formando nódulos grandes. Os tratamentos são semelhantes, mas os quelóides podem requerem tratamento cirúrgico.

Nas cicatrizes hipertróficase quelóides, a textura, a sensibilidade e a coloração da cicatriz podem estar alteradas. Ocorre a formação de um colágeno denso e irregular durante o processo cicatricial. Além disso, o tecido perde a elasticidade e pode gerar restrições de mobilidade para o paciente.

 

A cor da pele de uma cicatriz de queimadura pode ficar mais escura?

A  pele que recobre uma cicatriz pode ser a mesma da pele  da pessoa, mas pode também ficar  mais  escura devido ao aumento da pigmentação da pele, emn resposta ao processo inflamatório que ocorre após a queimadura. Este processo é chamado hiperpigmentação pós-inflamatoria, ocorre com maior frequência em pessoas predispostas e que expõe a area queimada ao sol, mas pode ser tratada.

 

A cor da pele de uma cicatriz de queimadura pode ficar mais clara?

Uma cicatriz pode ficar  mais clara do que a pele do paciente  e chamamos este processo de hipopigmentação. A perda da pigmentação em geral ocorre em cicatrizes mais profundas, que atingem os melanócitos e os “reservatórios” dos melanocitos que estão nos folículos pilosos. Estas cicatrizes em geral também apresentam ausência de pelos.

 

Por que as cicatrizes possuem formas diferentes?

Na verdade, uma cicatriz sempre mimetiza a extensão do dano tecidual.

A cicatriz de queimadura pode ter formato irregular, dependendo da extensão  e da profundidade e podemos ter vários graus de acometimento na mesma lesão. Outro fator importante é a localização da queimadura, por exemplo, queimaduras em áreas de grande mobilização, como as superfícies articulares, apresentam maior dificuldade de reparação. A imobilização do local  pode ser de grande auxílio na recuperação.

 

Existe tratamento para as cicatrizes queimaduras?

A  primeira medida importante é o acompanhamento médico da queimadura  e do processo de cicatrização.

Para as cicatrizes já formadas, diversas opções terapêuticas são utilizadas, entre elas (mas não limitadas a):

  • Microagulhamento
  • Radiofrequência microagulhada
  • Tecnologias fracionadas
  • Luz intensa pulsada
  • Bioestimuladores de colágeno
  • Dermoabrasão
  • Corticoterapia injetável
  • Cirurgias

 

Qual o papel dos lasers e outras tecnologias no tratamento das cicatrizes  de queimaduras?

As tecnologias fracionadas, alguns lasers e outros equipamentos, como a Luz Pulsada e a LED, visam acelerar o processo de cicatrização, reduzir o eritema, reestruturar e reorganizar o colágeno cicatricial, modulando as fibras colágenas e melhorando o aspecto e a elasticidade do tecido.

Também visam uniformização da coloração da cicatriz e diminuição das irregularidades, resultando em melhora da textura da pele cicatricial.

 

O médico dermatologista trata as cicatrizes de queimadura?

 

O  acompanhamento da cicatrização e as cicatrizes de queimadura são tratadas pelo médico dermatologista. Nós vamos orientar o paciente para os tratamentos mais eficazes, sempre tendo em mente as necessidades  de cada paciente e o custo benefício dos  tratamentos propostos.

 

Além de vasta   experiencia no tratamento de cicatrizes, dispomos das mais modernas e eficientes tecnologias para o tratamento das cicatrizes de queimaduras. Se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco.