Blog

Melanomas associados a nevos

Um estudo observacional publicado recentemente, que examinou 832 pacientes com alto risco de melanoma entre abril de 1997 e maio de 2012, mostrou dados interessantes quanto aos fatores de risco dos melanomas associados a nevos.

Durante o estudo, foram diagnosticados 190 melanomas em 113 pacientes, 109 deles (62,8%) tendo ocorrido no sexo masculino e sendo invasivos e espessos. A localização mais frequente foi o tronco.

No exame histológico dessas lesões, em 103 melanomas, foram encontradas reminiscências de nevos melanocíticos. Neste estudo, pacientes com mais de 100 nevos tiveram significantemente mais melanomas associados a nevos, tipo que se mostrou também mais frequente no sexo feminino.

Ficou demonstrado que os pacientes com grande número de nevos podem se beneficiar de controles dermatológicos sequenciais, que incluem os controles dermatoscópicos e fotográficos.

Se você tem um grande número de nevos, ou nevos com os sinais suspeitos, consulte regularmente o seu dermatologista e tenha certeza que ele seja um especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.