Pioneirismo em tratamentos cosméticos
Procedimentos Voltar

PROCEDIMENTOS DE INVERNO

 

Aproveite a melhor época do ano para tratar a pele com procedimentos de superfície, como os peelings químicos e alguns lasers

 

 

A chegada do frio favorece a realização de tratamentos cutâneos mais intensivos. Dentre os mais realizados nessa época do ano, destacam-se os peelings químicos e os lasers. Esses procedimentos são indicados para o tratamento de manchas escuras, rugas finas, alterações na textura da pele e de algumas lesões pré-cancerosas.

 

Os peelings químicos são realizados por meio da aplicação na pele de ácidos especiais que provocam uma descamação controlada, melhorando o aspecto da pele. Eles podem ser superficiais, médios ou profundos. A escolha do peeling é feita pelo dermatologista junto com o seu paciente e dependerá do tipo de pele e dos problemas a serem tratados.

 

Os peelings médios e profundos demandam um período de afastamento médio do trabalho ou dos compromissos sociais, entre oito e 15 dias. Eles promovem resultados eficazes e rápidos.

 

Quando os pacientes não podem se afastar de suas atividades, os peelings superficiais podem ser indicados, tanto químicos (exemplo, ácido retinoico) quanto os mecânicos (microdermoabrasão, também conhecida como peeling de cristais). Os peelings superficiais têm a vantagem de ser indolores e não requerer afastamento da rotina dos pacientes, pois promovem uma descamação leve e discreta, resultando na melhora mais lenta, porém progressiva, da pele após algumas sessões, que podem ser mensais ou quinzenais.

 

Um lembrete importante: após a realização de qualquer tipo de peeling ou lasers é recomendado o uso de protetor solar, como a medida mais importante a ser seguida mesmo no inverno.