Mantenha-se informado

 

 

 

 

 

 

Como na arte, a beleza é a celebração

da aparência, das formas e da expressão.

Nossas metas e nosso conceito de

rejuvenescimento e embelezamento visam

valorizar e promover a beleza, destacando os traços

suavizando marcas com naturalidade,

produzindo mais harmonia às faces que tratamos.

Notícias Voltar

CUIDADOS COM A PELE MASCULINA

 

A pele masculina é diferente da pele feminina em muitos aspectos. Ela é, geralmente, mais espessa e possui maior quantidade de pelos, sendo estes mais grossos, principalmente na barba e no bigode. Por estímulo hormonal, ocorre maior produção de sebo e, por isso, ela tende a ser mais oleosa do que a pele feminina, apresentando-se com mais brilho e poros dilatados. Nesse caso, o uso de cosméticos em loções ou cremes não são bem tolerados. Mas a pele do homem pode também ser mista, seca ou sensível.

Alguns cuidados diários são fundamentais para manter a pele masculina com uma aparência saudável. A limpeza diária deve ser feita com um sabonete adequado ao tipo de pele e tem a finalidade de remover células mortas, gorduras e impurezas. Também é recomendado o uso de produtos que previnam o envelhecimento da pele, como antioxidantes e ácidos leves. As apresentações em gel ou espuma são as preferidas pelos homens. O uso do filtro solar é outra medida importante para prevenir o envelhecimento e os cânceres da pele. Sabe-se hoje que não apenas a luz ultravioleta do sol causa manchas na pele, mas também a luz visível das lâmpadas. Por esse motivo, o uso do filtro solar deve ser diário. Durante a exposição ao sol, permanência ao ar livre ou durante a prática de esportes, o filtro deve ser aplicado nas áreas expostas e reaplicado a cada 2 horas. Em todos os casos, o dermatologista pode indicar produtos específicos para o caso de cada paciente. 

 

Alterações mais comuns à pele masculina

Acne: a acne é muito comum na pele dos homens por influência dos hormônios masculinos. Surge na adolescência e pode perdurar na vida adulta. O aparecimento de cravos, espinhas e cistos pode ser tratado com medicamentos tópicos, sistêmicos, lasers e limpeza de pele.

Pacientes com acne em geral têm pele oleosa e maior predisposição à dilatação de poros e ao surgimento de hiperplasias sebáceas.

Calvície ou alopecia androgenética: a calvície é um problema que depende de fatores genéticos e individuais. Inicia-se após a adolescência, e o tratamento precoce nesse tipo de queda dos cabelos e em outros pode garantir melhores resultados.

Pelos encravados e foliculite: a inflamação e infecção dos pelos encravados é muito comum na área da barba e do pescoço. Podem ser tratadas com ácidos, antibióticos e substâncias calmantes. A epilação das áreas acometidas costuma solucionar esse problema. 

Excesso de suor ou hiper-hidrose: é muito comum na região das axilas, do tronco e da face. Esse problema causa constrangimentos, uma vez que um número significativo de homens usa camisas de manga longa e ternos no trabalho. As aplicações de toxina botulínica são bastante efetivas e podem ser feitas anualmente, na maioria dos casos.

Micoses das unhas ou onicomicoses: favorecidas pelo uso constante de calçados fechados, as micoses das unhas dos pés são problemas muito comuns nos homens. Iniciam-se por um descolamento indolor da borda livre da unha. Não sendo tratadas, podem se tornar crônicas, implicando espessamento e deformidades das unhas.